Vida e trabalho, como administrar?

Gostou do artigo, então compartilhe!

Vida e trabalho, qual o equilíbrio correto?

A vida e trabalho, devem andar de mãos dadas; porém em um equilíbrio para que possamos administrar saudavelmente.

 

vida e trabalho

Crescemos nos preparando para escolher uma profissão. Estudamos para sermos o melhor e fazermos  sucesso. Sermos empreendedores da vida, que é a nossa maior empresa.

O que não  podemos é ficar escravos da vida e  do trabalho, esquecermos das demais riquezas e necessidade que a vida oferece e precisa. Precisamos saber balancear esta atividade, cuidarmos da saúde, da alimentação, da família, do conviver entre amigos, de saborear a vida. Não devemos ficar  sufocados pelos problemas  e pela correria atrás do dinheiro.

Este não tem sentido se não for usado também para viajar, para presentear a família  com bons momentos, para ter uma qualidade de vida, para aprimorar-se, reunir-se com amigos.

Se você não se preocupa com  o saber deliciar-se com a vida, acabará usando o dinheiro para  cuidar da saúde, ou acabará sozinho, sem amigos, sem família, porque dinheiro cega, dinheiro acaba virando uma  obsessão , quanto mais tem, mais quer.

Qual o seu foco?

Não foque somente nos desgastes com funcionários, clientes, fornecedores, impostos. Não desconte nas pessoas esta raiva. Sua vida e o trabalho deverão ser harmônicos.

Infelizmente  não temos como fugir destes, mas precisamos achar um caminho para transformar esta energia negativa em positiva. O melhor caminho é cuidar-se, passear, lambuzar-se com a alegria da vida, dos que te fazem bem, valorizar os pequenos , mas valiosos momentos  que a vida e o trabalho oferecem. Aprecie a vida em todos os sentidos.

Administre estes momentos complicados com a família, amigos, natureza, exercícios, cuide-se, não guarde rancor, este só irá prejudicar você. Estes tesouros são nossos pilares de sustentação e que nos fazem feliz.

Em resumo, trabalhe o suficiente para  ter uma vida estável, segura a você e família. Adquirir bens, ostentar para que? Você não levará nada, deixará para outros que poderão não valorizar tanto quanto você e uma vida solitária na busca bens materiais poderá ser colocada fora em uma semana, mês, ano…

Não tenha arrependimentos de não ter curtido seu filho crescer, não ter acompanhado sua família, não ter cuidado de sua saúde, alimentação, não se arrependa de não ter dado um tempo para você.

Se for do interesse, leia também:https://rosemarthies.com.br/o-equilibrio-da-vida-como-base-para-tranquilidade-da-alma/

Não chegue no final da vida sem conhecer os lugares que sempre sonhou, de não ter feito o curso dos sonhos e principalmente sua página da vida estar em branco, mas com muito dinheiro que não poderá usar; pois o corpo cobra , a alma padece e você não tem forças suficientes para continuar.

Em síntese:Pare, respire, inspire e reflita como você está levando a vida, qual o sentido dela para você?


Gostou do artigo, então compartilhe!

Deixe um comentário

avatar